quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Viagens no Tempo na Bíblia?

Seria mais uma teoria maluca de viagem no tempo ou a prova do poder de Deus?



Atenção: Por ser tratar se um assunto polêmico (religião), queremos deixar claro que o nosso blog não tem intenção alguma de impor isso como verdade ou mentira. Estamos apenas divulgando um antigo texto que foi encontrado e, provavelmente, poderá trazer bastante reflexão. Tenha o bom senso de concordar ou discordar da opinião dos outros, respeitando cada comentário sem ofender. No final das contas, desejamos que nesse Natal prevaleça o espírito de Paz de Jesus! Boas Festas!

por Andrel

Existem muitas coisas na bíblia que são de difíceis compreensões, mas não as tornam impossíveis de se entender. Porém, esse tema é muito abrangente e tem muitos mistérios envolvendo as escrituras sagradas.

O que vou retratar aqui mostra uma coisa que nos parece impossível, mas que pode ser bastante simples para Deus. Parece até coisa de maluco, mas tudo o que aqui esta escrito foi retirado das próprias escrituras com suas respectivas passagens. E lembre-se o que é sabedoria para os homens é insanidade para Deus, e o que nos parece loucura pode ser sabedoria.

Vamos tomar alguns parâmetros antes de começar: a bíblia não mente e não cai em contradição. E todos os fatos têm um "porquê", tudo tem uma razão e um plano predefinido. Isso pode parecer estranho quando Jesus disse o seguinte aos seus discípulos:

"Em verdade vos digo, alguns dos que aqui estão de modo nenhum provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino." (Mateus 16:28)

A resposta veio no capítulo seguinte do evangelho de Mateus:

"1 Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, a Tiago e a João, irmão deste, e os conduziu à parte a um alto monte; 2 e foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz." (Mateus 17:1-2)

Bem, isso explica porque Jesus havia dito que alguns não morreriam até aquele momento, mas acredito que todos os discípulos já tenham morrido hoje.

A seguir vem o fato mais intrigante dessa passagem, que esta no versículo 3 do capítulo 17.

"E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele."(Mateus 17:3)

Segundo a bíblia, os mortos não podem voltar até nós, nem aparecer-nos.

"E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo," (Hebreus 9:27)

O que nos leva a crer que eles estavam vivos ali. Mas como? Seriam eles espíritos do além? Seriam anjos? Ou será que Moisés e Elias foram parar ali porque fizeram uma curva errada à alguns quilômetros e precisavam de reboque para seus camelos (momento de descontração)?

Vamos falar de Elias então e, antes de continuar, deixe-me expor um termo, transladação. Isso ocorre quando uma pessoa é levada para o céu sem morrer. Existem alguns casos na bíblia, por exemplo, Enoque:

"Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou." (Gênesis 5:24)

Veja que aqui Moisés usa a palavra "tomou" e não morreu, e usa a palavra morte para designar o "fim" que foi dado aos outros citados nesse mesmo capitulo.

Paulo mais uma vez explica:

"Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte; e não foi achado, porque Deus o trasladara; pois antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus."(Hebreus 11:5)

E também aconteceu o mesmo com Elias:

"11 E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho. 12 O que vendo Eliseu, clamou: Meu pai, meu pai! O carro de Israel, e seus cavaleiros! E não o viu mais. Pegou então nas suas vestes e as rasgou em duas partes;" (II Reis 2: 11-12)

Elias foi levado ao céu sem provar da morte, ele não morreu e esta vivo até hoje, assim como Enoque. Legal não é? Mas não é pra qualquer um...

Quer dizer, quem é vivo sempre aparece, e apareceu pra conversar com Jesus, Pedro e os outros discípulos naquela ocasião.

E Moisés, como ele foi parar lá?

Esse é um pouco mais complicado de se explicar. Numa das conversas entre Deus e Moisés, este último pediu para ver a gloria de Deus.

"18 Moisés disse ainda: Rogo-te que me mostres a tua glória. 19 Respondeu-lhe o Senhor: Eu farei passar toda a minha bondade diante de ti, e te proclamarei o meu nome Jeová; e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem me compadecer. 20 E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum pode ver a minha face e viver. 21 Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a mim; aqui, sobre a penha, te porás. 22 E quando a minha glória passar, eu te porei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. 23 Depois, quando eu tirar a mão, me verás pelas costas; porém a minha face não se verá." (Êxodo 33:18-23)

Lembre-se, Deus é tri-uno: Ele é um ao mesmo tempo que também são três.

Pergunto a vocês: qual a gloria de Deus, qual seu maior tesouro? Qual a sua bondade? Simples, isso tudo tem um nome: Jesus, o Filho de Deus, o qual é o próprio Deus.

Moisés viria à Jesus, em toda sua gloria e esplendor, transfigurado, mas o viria pelas costas, pois não sobreviveria se visse sua face.

Perceba que no versículo 22 do capitulo 33, Deus diz que o poria numa "fenda", lembre-se disso, e cobriria com sua mão até ele passar. Uma grande nuvem pousou sobre o monte onde apenas Moisés subiu e ali ficou durante quarenta dias e quarenta noites.

Moises durante esse tempo escreveu as novas tábuas da lei, pois as primeiras que Deus havia escrito foram quebradas por Moisés, quando ele desceu do monte e viu todo o povo adorando um bezerro de ouro que haviam criado.

Nesse caso, Deus pode muito bem ter criado uma fenda no tempo, que levou Moisés até onde estava Jesus, o monte da transfiguração.

A bíblia não relata qual era o monte onde Jesus se transfigurou, nem o monte em que Moisés subiu para estar com Deus. Mas poder ser o mesmo monte, só que em datas diferentes.

Mais um fato que especula essa teoria está em dois versículos:

"O Senhor desceu numa nuvem e, pondo-se ali junto a ele, proclamou o nome Jeová" (Êxodo 34:5)

"Estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu; e dela saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi." (Mateus 17:5)

A passagem que diz "proclama o nome Jeová" (Javé em algumas traduções) seria o mesmo fato em que a voz que saiu da nuvem proclamou Jesus sendo filho de Deus, e pela trindade, sendo o próprio Deus.

Deus é o Deus do impossível, para Ele não há mais fácil ou mais difícil, Ele apenas não se contradiz, se a bíblia diz que espíritos de pessoas mortas não interagem conosco, isso é real: Moisés estava vivo.

Isso tudo é uma teoria e só saberemos o que realmente aconteceu quando nos encontrarmos com Deus e tivermos a oportunidade de lhe fazer essa questão pessoalmente.

"Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido." (I Corintios 13:12)

"As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, mas as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que observemos todas as palavras desta lei." (Deuteronômio 29:29)

"Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes." (Jeremias 33:3)

Essa tese vem sido moldada por algumas correntes teológicas, e isso é o mais provável para o que tenha acontecido.

Existem outros fatos que cercam a vida de Moisés de mistérios, como por exemplo, o fato de ninguém saber o paradeiro do seu corpo.

"5 Assim Moisés, servo do Senhor, morreu ali na terra de Moabe, conforme o dito do Senhor, 6 que o sepultou no vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura."(Deuteronômio 34:5-6)

"Mas quando o arcanjo Miguel, discutindo com o Diabo, disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar contra ele juízo de maldição, mas disse: O Senhor te repreenda" (Judas 1:9)

Existem muitos casos de ressurreição, mas há de fazer uma observação: esses ressurretos voltaram a morrer, menos Jesus que subiu aos céus e vive para sempre.

Qualquer manifestação de Jesus não se resume a espírito apenas, mas também a um corpo glorificado, que pode ser tocado

Postado por Anderson Drumonix

Um comentário:

  1. Muito boa sua explicação. Achei a teoria válida. Como um conhecedor da bíblia e da vida em Jesus, nosso Deus, nosso Pai, eu realmente acho isto possível. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...