terça-feira, 24 de março de 2015

Delorean voador na série Retro Entertainment Hot Wheels de 2015

A Mattel prepara mais três lançamentos baseados na trilogia "Back to the Future" para a série Retro Entertainment Hot Wheels de 2015.

São eles:

- BTTF Time Machine – Hover Mode (novo modelo)
- Back to the Future II - BTTF Time Machine – Mr. Fusion
- Back to the Future - Back To The Future – 1955 – Back to the Future III

O Site T-Hunted divulgou as imagens do primeiro modelo a ser lançado no lote 2 em agosto: O Delorean Hover..






sábado, 14 de março de 2015

Novo uniforme do Chicago Cubs

"-Cubs wins against Miame?"

Parece que o Chicago Cubs estão abraçaram a previsão de "Back to the Future II". Em um tweet feito por Phil Hecken (jornalista esportivo) apresentou o que seria o novo uniforme do Cubs para a temporada de 2015.


Ainda não se sabe se é real ou apenas uma brincadeira. Mas seria incrível se fosse realidade.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Conheça a história da dublagem BKS

Já ouviu falar em Bodham Kostiw Studios? Ou em Brás Kino Som?

Então embarque no Delorean e acione os circuitos do tempo, vamos voltar para 1958!!!



Tudo começou em 1958 quando o empresário Mário Audrá fundou a Gravason nas antigas instalações da empresa Cinematográfica Maristela.


Usando os equipamentos da antiga empresa, a Gravason teve parceria com o representante da Screen Gems no Brasil, subsidiada à Columbia Pictures, e outros amigos do ramo do cinema, deram início aos testes com rádio-atores contratados da Rádio São Paulo. As primeiras produções dubladas na empresa foram: O Drama de Nora Hale, fazendo parte de Ford na Tv, e as séries Rin-Tin-Tin, Lanceiros de Bengala, Papai Sabe Tudo, entre outros.

Por volta de 1962, a Columbia Pictures faz uma parceria com a empresa, mudando inclusive seu nome para Aic, Arte Industrial Cinematográfica, que seria a empresa que se tornaria uma das melhores de sua época. Dublou séries famosíssimas para a Tv como Jeannie é Um Gênio, A Feiticeira, Viagem ao Fundo do Mar, Terra de Gigantes, Perdidos no Espaço, Jornada nas Estrelas, entre muitas outras.



Já em 1976 chegou ao fim os trabalhos do estúdio Aic. Desde o início dos anos de 1970 e até antes disso, a empresa já passava por problemas salariais, e chegou a um ponto em que caiu nas mãos dos funcionários, e os empresários, entre eles Mário Audrá, deixaram a empresa. Quem à comprou foi um técnico de som da própria empresa chamado Bodham Kostiw, e deu o seu nome a empresa, sendo Bodham Kostiw Studios, o qual ficou BKS. Posteriormente, nos anos de 1980 a empresa foi comprada por Pierângela Piquet, que não quis se desfazer da sigla BKS e à transformou em Brás Kino Som.


Gostaram?

Para saber mais sobre a história da dublagem no Brasil acesse:
http://casadadublagem.com/

‘De Volta para o Futuro’, os anos 80 e hoje (no Cinemark)

Reexibição nos cinemas do clássico moderno de Robert Zemeckis, que completa o 30º aniversário, mostra como hoje vivemos a escassez das ideias originais no cinema de entretenimento


Um triunfo absoluto. Não há dúvida de que ‘De Volta para o Futuro’ transcendeu as fronteiras do cinema-pipoca, fim para o qual foi produzido inicialmente, para se tornar um dos clássicos do cinema. É daqueles raros exemplos desde sempre que agradam público e crítica, faz dinheiro, diverte a família e ainda tem algo a dizer. Por isso, é imperdível ter um vislumbre da experiência que foi assistir ao filme numa sala escura em sua época por meio das sessões promovidas pelo Cinemark ainda durante esta semana (confira aqui a programação) e refletir sobre o buraco criativo em que se meteu o cinema comercial dos nossos tempos.

O diretor Robert Zemeckis – um afilhado de Steven Spielberg que posteriormente se tornou um dos grandões de Hollywood, sendo o ápice em ‘Forrest Gump: Contador de Histórias’ – nos traz a aventura fantástica de Marty McFly (Michael J. Fox), um rapaz que sofre com o cotidiano modorrento em uma pequena cidade americana. Tem uma família perturbadoramente convencional, uma namorada bonita, estuda para cumprir tabela e quer mesmo se tornar um astro do rock. A diferença é que ele tem uma amizade inusitada com um cientista maluco, que inventa uma máquina do tempo e Marty acaba nos anos 50. Bacana, não? Mais ou menos. Depois de fazer uma trapalhada, pode ser o pivô das separações dos seus pais – antes dos dois se conhecerem – e aí sua família e ele próprio deixariam de existir.

Sei que você já conhece o enredo, mas preciso colocá-lo aqui para demonstrar como é tão simples quanto brilhante. E o melhor: com base numa ideia, se não original, até então inédita. Mesmo bebendo de quadrinhos, séries de ficção científica e filmes B, não é um remake, releitura ou versão de qualquer outra coisa. Zemeckis e o roteirista Bob Gale tiraram da cartola personagens e uma montagem totalmente nova, que conseguiu render outros dois filmes de sucesso, desenho animado e toda uma gama de outros produtos.

Mais um detalhe para sabermos de que não se tratava de uma iniciativa altruísta ou de exaltação ao espírito independente, heroico ou militante – a máquina do tempo, elemento central da história, foi construída em cima de um carrão da época, um DeLorean. Não foi de graça, assim como não eram os pedidos do protagonista por refrigerantes e os tênis e jaquetas futuristas da continuação.

Era business, a mesma justificativa que Hollywood usa para apostar todas as suas fichas hoje em uma enxurrada de versões de histórias e personagens com recall de outras mídias. Óbvio que atualmente é muito mais fácil fazer acontecer o 18º reboot do Homem-Aranha do que aparecer com uma ideia que parte do zero como era ‘De Volta para o Futuro’. Quem dera ter uma máquina do tempo para avisar que o cinema chegaria a este ponto e tentar fazer como Marty, meio que por acidente consertar e melhorar as coisas. Opa, será que isso dá uma ideia diferente para um filme?

Texto por Luís Alberto Nogueira

Sucesso Absoluto de Público

Inicialmente o filme Back to the Future seria exibido apenas nos dias 28/02/2015, 01/03/2015 e 04/03/2015, durante a 5ª Temporada de Clássicos Cinemark.



Todavia, como o sucesso de exibição foi gigante e muitos fãs ficaram pedindo para prolongar os dias para ter mais sessões especiais, a rede Cinemark decidiu atender ao apelo dos fanáticos (para nossa alegria)!


"Um filme amado como esse não poderia passar só uma vez na #Cinemark... "De Volta Para o Futuro" será reexibido nos dias 7, 8, 11, 14, 15 e 18 em salas selecionadas"

E não é só isso: o Cinemark ainda deve passar os outros 2 filmes (BTTF 2 e 3) ainda esse ano, segundo informações com a própria rede. Para a 6ª Temporada de Clássicos Cinemark já estão confirmados os filmes abaixo, com as seguintes datas previstas.




Filmes que serão exibidos na próxima temporada dos ‪#‎ClássicosCinemark‬:
✔ Rocky - Um Lutador (1976), de John G. Avildsen
Sessões nos dias 28 e 29/mar e 01/abr
✔ O Exorcista (1973), de William Friedkin
Sessões nos dias 04, 05 e 08/abr
✔ Mary Poppins (1964), de Robert Stevenson
Sessões nos dias 11, 12 e 15/abr
✔ Um Corpo Que Cai (1958), de Alfred Hitchcock
Sessões nos dias 18, 19 e 22/abr
✔ Perfume de Mulher (1992), de Martin Brest
Sessões nos dias 25, 26 e 29/abr
✔ De Volta Para o Futuro 2 (1989), de Robert Zemeckis
Sessões nos dias 02, 03 e 06/mai

Sábados, Domingos e Quartas.

O trailer da 6ª Temporada já está sendo exibido em algumas salas do Cinemark Oficial e mais informações serão divulgadas no site ➜ www.cinemark.com.br

Curta a fan page do CMK Emoticon like fb.com/cinemarkoficial

E você já viu BTTF no Cinemark? Foi em qual cinema? Foi sozinho, com a(o) esposa(o), em turma? Conte para nós como foi sua experiencia de rever esse clássico no cinema, 30 anos depois do seu lançamento!

quinta-feira, 5 de março de 2015

O pôster de Back to the Future que você vai querer

Lembre-se de Scott Park, aquele ilustrador que fez aquele cartaz surpreendente de todos aqueles carros de filmes famosos?

Agora ele resolveu criar um cartaz especialmente para a comemoração do 30º aniversário de BAck to the Future. São 88 modelos (por razôes óbvias) que aparecem na mesma ordem dos filmes.

Aprecie:


Está à venda aqui.

quarta-feira, 4 de março de 2015

'Monopólio' assinala 30º aniversário de «Back to the Future»

Para assinalar os 30 anos da saga de cinema «Back to the Future», foi anunciada uma edição especial do popular jogo de tabuleiro «Monopólio», que tem lugar nas ruas de Hill Valley.

Ao contrário das previsões de Robert Zemeckis, em 2015 ainda não há trânsito de carros no ar, mas os atacadores de sapatos que se atam sozinhos já fizeram notícia na imprensa internacional.
Por outro lado, aquilo que era apenas ficção científica na altura, como as vídeo-chamadas, hoje são algo que tomamos por garantido (recorde-se do Skype, por exemplo).

Está confirmado o lançamento da nova edição do Monopólio nos EUA para Maio, com preço de 39,99 dólares (cerca de 35,75 euros no câmbio actual).
Ainda está por divulgar uma data para o Reino Unido, aponta o DigitalSpy.

Fonte: Diário Digital

terça-feira, 3 de março de 2015

Toyota Hilux - Propaganda na Argentina

Uma revista automotiva da Argentina fez uma série fotográfica para uma a nova Hilux Toyota no estilo Back to the Future.

Fique com as imagens.








domingo, 1 de março de 2015

Reportagem "Regresso ao... Regresso ao Futuro"

Clique na imagem para ver a reportagem "Regresso ao... Regresso ao Futuro" na rubrica "Perdidos e Achados" do Jornal da Noite da SIC (Portugal) de 21 de Janeiro:

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/perdidoseachados/2015-02-23-Regresso-ao-Regresso-ao-Futuro

Sinopse: Back to the Future  foi um dos filmes de maior sucesso da década de 80. A trilogia marcou uma geração. Em 1985 o filme corria mundo com Michael J. Fox no papel de um jovem que viajava no tempo. Anos depois, o segundo filme projetava como seria o ano de 2015. No Perdidos e Achados comparamos o que o filme previa com a realidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...