sexta-feira, 17 de março de 2017

Clara Clayton, uma mulher do futuro no passado

 Clara Clayton: encontramos uma mulher do futuro no passado!

Texto por Patricia Ferrari, editora do Blog BTTF

Se você assistiu BTTF parte III - e a gente supõe que você tenha assistido - já conhece Clara Clayton. A mulher que Doc salvou, que o fez se apaixonar e a mudar de época, contrariando toda aquela história dos perigos de se alterar o espaço-continuum do tempo, é uma das personagens mais incríveis da trilogia. Pouco sabemos sobre o passado de Clara, mas vocês devem concordar que trata-se de uma mulher muito à frente de seu tempo. 

Já ouvi muita gente afirmar que as mulheres não ganham muito destaque na trilogia BTTF. Eu, como mulher e fã da trilogia, sempre questionei. Adoro Lorraine e farei outro post comentando sobre sua personalidade encantadora. Concordo que o papel de Jennifer, por exemplo, poderia ser melhor explorado no segundo filme da franquia. Mas aí surge Clara, uma mulher tão maravilhosa, independente, segura, doce e fundamental ao desfecho do filme, que é a presença feminina que eu julgo necessária e que sempre me deixou orgulhosa.

Ela é independente

Clara Clayton é uma mulher de aproximadamente 30 anos e solteira. Ao que se sabe, ela se tornou uma professora e ocupou essa cargo durante alguns anos antes de 1885, quando recebeu um convite para lecionar em Hill Valley. Então ela decide deixar New Jersey e ir para o oeste iniciar uma nova vida sozinha na Califórnia. 


Ela é corajosa

Além de aceitar o convite para mudar de cidade, algo bastante incomum entre as mulheres da época, Clara tem opinião. Ela não se deixa intimidar nem mesmo por "Mad Dog" Tannen e não pensa duas vezes antes de enfrentá-lo, dando um belo chute quando ele a puxa para dançar à força. Ela também não hesita em dar um tapa na cara de Doc quando pensa que ele está mentindo sobre ser do futuro. E, quando descobre que tudo o que ele disse é verdade, ela não liga em parar um trem e correr atrás do seu amor - mesmo que ela tenha que encarar uma mudança para o "futuro" sem saber ao certo o que a espera por lá. 


Ela ama astronomia e ciência

Com 11 anos de idade, Clara teve difteria e ficou de quarentena durante 3 meses. Seu pai colocou um telescópio ao lado de sua cama, o que acaba inspirando Clara a dedicar sua vida à astronomia e à ciência. Por isso, o telescópio é um de seus objetos favoritos e ela é fascinada por estrelas, além de adorar Julio Verne, autor conhecido como o pai da ficção científica. 


Ela se entrega ao amor

Doc aparenta ser bem mais velho que Clara. Além de se envolver com um homem mais velho e não ter medo do que as pessoas vão pensar em pleno 1885, subentende-se que o casal passa uma noite juntos, na casa dela, poucos tempo após se conhecer. E Clara encara isso com muita naturalidade, provando mais uma vez que é uma mulher contemporânea.


Ela é uma em um milhão... ou mais!

Por esses e por outros motivos, temos que concordar com Doc!

"Clara was one in a million... One in a billion... One in a googolplex... The woman of my dreams, and I've lost her for all time." — Doc Brown


"Clara é uma em um milhão...Uma em um bilhão...Uma em um googolplex. A mulher dos meus sonhos, e eu a perdi para sempre" — Doc Brown


*Googolplex é um número muito grande. Muito grande mesmo. Tão grande que sua grandeza não caberia neste texto.


Curiosidades sobre Clara que talvez você não saiba

  • Em um esboço no roteiro de Back to The Future III, datado em 1888 em vez de 1885, Clara seria uma viúva, mas isso não acontece no filme, ela aparentemente nunca foi casada.
  • No filme, Clara não menciona quando, nem onde nasceu. Porém, a série animada mostra que os pais de Clara se conheceram em Wyoming, em 1950, o que nos leva a crer que Clara tem cerca de 30 anos de idade.
  • A quinta edição de Back to the Future: Untold Tales e Timelines alternativos, co-escrito por Bob Gale, Daniel Clayton, pai de Clara, conheceu sua mãe, Martha O´Brien, em uma exposição de borboletas.
  • Mary Steenburgen foi indicada a Melhor Atriz Coadjuvante pelo papel de Clara para o Saturn Award (Prêmio Saturno), uma premiação organizada pela Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Horror dos Estados Unidos e concedida aos mais destacados filmes, produções televisivas e profissionais nos gêneros de ficção científica, horror e fantasia.
  • Clara tem seu primeiro filho com Doc, Jules, em 1886, um ano depois de Marty deixar o Velho Oeste. Verne nasce em 1888. Eventualmente, o casal constrói a máquina do tempo durante os próximos anos e a termina em 1890, viajando para o futuro onde fazem a conversão futurística do trem - e logo em seguida para a Hill Valley de 1985, encontrando Marty e Jennifer Parker. Depois disso, não sabemos para onde foram.
  • Clara aparece no jogo Lego Dimensions de 2015, com o mesmo figurino do filme. Quem faz sua voz é Karen Strassman.
E aí você gostou desse especial da Clara? Comente aqui conosco o que você acha dessa personagem! 

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...