terça-feira, 11 de abril de 2017

A polêmica substituição de atores nas sequências de BTTF

Se você é um fã desligado ou nunca vasculhou nosso Blog, talvez não tenha notado essa revelação! Então prepare-se !!! kkkk


Em BTTF parte 2 e 3, Claudia Wells foi substituída por Elisabeth Shue como Jennifer Parker e Crispin Glover foi substituído por Jeffrey Weissman como George McFly.

Particularmente são coisas que nunca me incomodaram quando assisti os filmes na infância, pois os atores principais permaneceram os mesmos, mas tenho que concordar que isso sempre foi uma mancha na imagem da trilogia, quem sabe impossibilitando-a de ser 100% perfeita e redonda (comentário polêmico?).

Bem, no caso da troca de Claudia Wells por Elisabeth Shue realmente não havia muita coisa que a Universal Pictures poderia fazer. Wells recuou o papel a fim de cuidar de sua mãe doente e uma substituta precisava ser encontrada. Elisabeth Shue, por sua vez, foi um achado após sucessos como Karate Kid (1985), Adventures in Babysitting (Uma noite de aventuras, 1987) e Cocktail (1988), por isso não foi uma má escolha para o papel. Apesar de Jennifer Parker ter encolhido alguns centímetros, os produtores conseguiram refilmar com maestria todo encerramento da parte 1 (encaixando no início do filme 2), para que não houvesse estranheza nos cinemas, ao invés de simplesmente reutilizar o trecho com a Claudia Wells. E até que funcionou bem! Afinal de contas, lembre-se que naquela época não havia Internet, nem Google para ficar comparando cenas dos filmes. As pessoas não eram conectadas 24 horas e por isso demoravam mais para pegar os detalhes. Bem diferente da nossa realidade, que vira e mexe alguém posta fotos comparativas, só para deixar os fãs receosos. (Aí meu Deus, será que encontraram alguma falha???)

Todavia, o verdadeiro problema para alguns foi a do patriarca do clã McFly, fruto de uma grande reformulação em Back to the Future II. Excêntrico como pessoa, o ator Crispin Glover alega que os produtores só estavam dispostos a oferecer-lhe metade do que os outros atores receberiam nas continuações. Glover simplesmente não compactuou com tal injustiça e recusou-se a retornar como o nerd caprichoso George McFly. 

Sendo assim, os produtores decidiram reformular toda a história, colocando um cara que parecia o Glover em apenas alguns momentos rápidos e em posições distantes e estranhas (como deixá-lo de cabeça para baixo em 2015). Ah, e eles também adicionaram próteses como um queixo e nariz falsos, a fim de fazer Jeffrey Weissman parecer mais ainda com o ator que ele estava substituindo. Crispin obviamente ficou muito furioso ao saber disso e processou o estúdio por usar sua semelhança. Devido a este caso, atualmente o SAG (Screen Actors Guild / o Sindicato de Atores dos EUA) tem regras rígidas contra estúdios que tentam realizar tais acrobacias.

Curiosamente os dois atores que menos participam das celebrações de Back to the Future - envolvimento nulo - são Crispin Glover (por magoas óbvias) e Elisabeth Shue (por pura preguiça, afinal ela participou até mais do que a Claudia Wells nos filmes 2 e 3). E quem perde somos nós os fãs, pois nunca veremos um real reencontro da família BTTF!

Mas e você que é fã da trilogia? O que tem a nos dizer sobre a substituição desses 2 atores? Você se incomoda ou não? Comente aqui!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...