quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Capacete Back to the Future - a coisa mais fofa que você verá hoje!

No início deste ano, Emily e Justin Davis se uniram para descobrir como customizar o capacete de cabeça que seu filho, Brendan, vestiria nos próximos meses. Brendan, que tem 7 meses, possui plagiocefalia, que é uma doença caracterizada por um ponto plano na cabeça, um tipo de deformidade craniana que, quando não tratada, pode gerar complicações estéticas e até mesmo funcionais dos órgãos localizados na cabeça. Brendan começou a usar um capacete corretivo no final de junho, e logo depois, os pais quiseram ser criativos com o novo acessório de seu filho. 

 Foto por Emily Davis

Por causa do amor pelos filmes dos anos 80 e da nostalgia, o casal escolheu o tema "Back to the Future" para o capacete de Brendan. Emily que é designer gráfica, esboçou algumas idéias com o conceito de capacete tendo em mente crachás e patches. A artista Paula Strawn trabalhou sua magia com base nas idéias para criar um capacete que certamente obteria a aprovação de Marty McFly. O capacete inclui um capacitor de fluxo e uma versão de desenho animado de Doc e Marty, bem como um "B" para Brendan que é semelhante ao logotipo "Back to the Future". Também inclui dois "Mickeys escondidos", uma referência aos Sneaky Mickey Mouse símbolos que os visitantes podem encontrar nos parques da Disney. 

 Foto por Emily Davis


Foto por Paula Strawn


Foto por Paula Strawn

Em entrevista ao HuffPost, Emily disse que Brendan usa o capacete aproximadamente 23 horas por dia e continuará a usá-lo por pelo menos 12 a 14 semanas. Ela disse que projetar o capacete foi "um processo divertido" para ela e Justin, que postou fotos do projeto concluído no Reddit. "Nós dois amamos a trilogia "Back to the Future" e realmente conseguimos ver o que os outros também amam os filmes", disse ela. 

Emily descreveu Brendan como "um menino muito feliz" que "se deu muito bem" com seu capacete. Desde que ele começou a usá-lo, os pais viram uma mudança na forma como as pessoas se aproximaram e aceitaram de forma muito mais positiva o diagnóstico do filho. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...